Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2015

Belas Artes celebra os 95 anos do nascimento de Nadir Afonso

Belas Artes celebra os 95 anos do nascimento de Nadir Afonso

Nadir Afonso

Nadir Afonso (Foto: DR)

A Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto (FBAUP) vai assinalar no próximo dia 4 de dezembro os 95 anos sobre o nascimento de Nadir Afonso (1920-2013), artista formado em Arquitetura na Escola Belas-Artes do Porto (antecessora das atuais faculdades de Arquitetura e Belas Artes da U.Porto), mas que veio a ser um dos grandes pintores portugueses do século XX e figura essencial do Modernismo em Portugal.

O ponto alto da homenagem será a apresentação, em estreia absoluta, pelas 17h00, do filme «Nadir, o Arquitecto», escrito e realizado por Bernardo Pinto de Almeida, historiador e professor na FBAUP e estudioso da obra de Nadir Afonso.

Após o filme, terá lugar uma conversa informal sobre Nadir com a presença de Bernardo Pinto de Almeida, da Presidente da Fundação Nadir Afonso, Laura Afonso, dos professores Adriano Rangel e António Quadros Ferreira, autor de vários ensaios sobre o Artista, e ainda Fátima Lambert, do Instituto Superior de Educação do Porto.

Autor de uma obra singular, onde a pintura e a arquitetura se cruzam e e influenciam, Nadir Afonso (1920, Chaves) formou-se em  Arquitetura pela Escola de Belas-Artes do Porto e em Pintura pela École de Beaux-Arts de Paris (1946),ao lado de nomes como Pablo Picasso, Max Ernst, ou Max Jacob. Os anos seguintes são divididos entre Paris e o Brasil, onde colabora com arquitetos de renome como Le Corbusier  ou Óscar Niemeyer.

Na primeira metade da década de 40, tendo estado ligado no Porto à fundação do Grupo dos Independentes, ao lado de vários companheiros da Escola como Júlio Resende ou Victor Palla, elaborou as suas primeiras obras abstratas cujo desenvolvimento seria pouco depois reconhecido em Paris onde chegou em 1946. Na capital francesa foi rapidamente acolhido pela geração da Abstração Geométrica, que se afirmava através da célebre Galeria Denise Renée, onde expôs e que viria a ter a sua consagração na exposição internacional «Le Mouvement», comissariada por Pontus Hulton em 1955.

Para além da obra que deixou como pintor, Nadir Afonso é autor de uma complexa teoria estética, tendo publicado vários livros de ensaio onde defende que a arte é puramente objetiva e regida por leis matemáticas. Dos trilhos da abstração resultou uma obra pioneira e um legado vastíssimo que, em 2016, será acolhido pelo edifício projetado por Álvaro Siza Vieira, construído em Chaves.

Em novembro de 2012, foi agraciado pela Universidade do Porto com o título de Doutor «Honoris Causa», por proposta da Faculdade de Belas Artes. Faleceu a 11 de novembro de 2013, aos 93 anos, em Cascais.

A sessão vai ter lugar na Aula Magna da FBAUP e é aberta ao público.


publicado por Laura Afonso às 12:54
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24

25
27
28
29
30


.posts recentes

. Convite para a exposição ...

. Nadir Afonso: Arquitetura...

. Trágedia

. Serpente

. Ópera

. Sevilha

. Apoie esta Petição. Vamos...

. Vamos salvar o edifício d...

. Destruição da Panificador...

. Lille

. Exposição de Nadir Afonso...

. Ópera

. Visita ao Museu de Arte C...

. Carnavalescas

. Panthéon

. Universidade Suiça de EPF...

. Siena

. O Galo

. Cidade do Sol Nascente

. BOAS FESTAS

. 4 de Dezembro, dia de Nad...

. Parque de S. Paulo

. Silêncio cortado pelo som...

. Ibirapuera

. Nadir Afonso: Chaves para...

. Tempo

. Álvaro Siza - Museu Nadi...

. Tianjin

. Lançamento "Álvaro Siza /...

. Curitiba

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds