Segunda-feira, 9 de Abril de 2007

Chaves de Nadir Afonso

Chaves copy

- (c) Nadir Afonso

 

 


 

© Nadir Afonso
 

AQUAE FLAVIAE

 

Aquae Flaviae és no Mundo

Uma estrela rutilante!

Teu ar alegre e jocundo

Cantasse-o Camões ou Dante!

 

De graça e sonho me inundo

Ao contemplar teu semblante.

Teu valor não tem segundo

Por toda a Terra adiante.

 

Eu ando enamorado

Há muito, desde o passado,

Por ti, Princesa d'Honor!

 

Faz espelho do teu rio,

Penteia as tranças com brio, 

E dá-me um beijo dámor.

 

Maio de 1957

Artur Maria Afonso

 


publicado por Laura Afonso às 22:52
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De carlossilva a 10 de Abril de 2007 às 16:22
Saúdo com profunda admiração e prazer o nascimento deste blogue, que incluireina minha lista de amigos e que passarei a visitar regularmente. Bem-vinda.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
19
21
22

23
25
27
29

30


.posts recentes

. Zoroastro

. De Le Corbusier para Nadi...

. Símbolos de cor

. Nadir Afonso: Eros

. Sol escaldante

. Antropomorfismos

. Nadir Afonso - Eros no Ce...

. Nadir Afonso - Eros

. Desiquilíbrios

. Desiquilíbrios

. Museu Nadir Afonso em Cha...

. Dubnio

. Cristália

. Maria Barroso, uma grande...

. Conchas

. Tâmega

. Pequim

. Chaves

. Lisboa de Nadir e Santo A...

. Cracóvia

. Coimposição Irisada

. Nadir Afonso: A obra de u...

. Chaves

. Embriaguez

. Panificadora em Chaves, p...

. Álvaro Siza: Nadir parale...

. Desenho de arquitectura, ...

. Salamanca

. Tragédia

. Demogorgon

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds