Terça-feira, 30 de Junho de 2015

Conchas

50 jpg.jpg

 © Nadir Afonso.


publicado por Laura Afonso às 08:57
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 28 de Junho de 2015

Tâmega

Tamega1.jpeg

© Nadir Afonso.

 


publicado por Laura Afonso às 11:00
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Junho de 2015

Pequim

Tela Pequim .jpg.jpg

 


publicado por Laura Afonso às 09:15
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Junho de 2015

Chaves

996137_730383387072253_3327836478230044536_n.jpg

 


publicado por Laura Afonso às 11:39
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 13 de Junho de 2015

Lisboa de Nadir e Santo António de Pessoa

images5W64TWPK.jpg

© Nadir Afonso.

 

Santo António

 

Nasci exactamente no teu dia —

Treze de Junho, quente de alegria,

Citadino, bucólico e humano,

Onde até esses cravos de papel

Que têm uma bandeira em pé quebrado

Sabem rir...

Santo dia profano

Cuja luz sabe a mel

Sobre o chão de bom vinho derramado!

 

Santo António, és portanto

O meu santo,

Se bem que nunca me pegasses

Teu franciscano sentir,

Católico, apostólico e romano.

 

(Reflecti.

Os cravos de papel creio que são

Mais propriamente, aqui,

Do dia de S. João...

Mas não vou escangalhar o que escrevi.

Que tem um poeta com a precisão?)

 

Adiante ... Ia eu dizendo, Santo António,

Que tu és o meu santo sem o ser.

Por isso o és a valer,

Que é essa a santidade boa,

A que fugiu deveras ao demónio.

És o santo das raparigas,

És o santo de Lisboa,

És o santo do povo.

Tens uma auréola de cantigas,

E então

Quanto ao teu coração —

Está sempre aberto lá o vinho novo.

 

Dizem que foste um pregador insigne,

Um austero, mas de alma ardente e ansiosa,

Etcetera...

Mas qual de nós vai tomar isso à letra?

Que de hoje em diante quem o diz se digne

Deixar de dizer isso ou qualquer outra coisa.

 

Qual santo! Olham a árvore a olho nu

E não a vêem, de olhar só os ramos.

Chama-se a isto ser doutor

Ou investigador.

 

Qual Santo António! Tu és tu.

Tu és tu como nós te figuramos.

Valem mais que os sermões que deveras pregaste

As bilhas que talvez não concertaste.

Mais que a tua longínqua santidade

Que até já o Diabo perdoou,

Mais que o que houvesse, se houve, de verdade

No que — aos peixes ou não — a tua voz pregou,

Vale este sol das gerações antigas

Que acorda em nós ainda as semelhanças

Com quando a vida era só vida e instinto,

As cantigas,

Os rapazes e as raparigas,

As danças

E o vinho tinto.

 

Nós somos todos quem nos faz a história.

Nós somos todos quem nos quer o povo.

O verdadeiro título de glória,

Que nada em nossa vida dá ou traz

É haver sido tais quando aqui andámos,

Bons, justos, naturais em singeleza,

Que os descendentes dos que nós amámos

Nos promovem a outros, como faz

Com a imaginação que há na certeza,

O amante a quem ama,

E o faz um velho amante sempre novo.

Assim o povo fez contigo

Nunca foi teu devoto: é teu amigo,

Ó eterno rapaz.

 

(Qual santo nem santeza!

Deita-te noutra cama!)

Santos, bem santos, nunca têm beleza.

Deus fez de ti um santo ou foi o Papa? ...

Tira lá essa capa!

Deus fez-te santo! O Diabo, que é mais rico

Em fantasia, promoveu-te a manjerico.

 

És o que és para nós. O que tu foste

Em tua vida real, por mal ou bem,

Que coisas, ou não coisas se te devem

Com isso a estéril multidão arraste

Na nora de uns burros que puxam, quando escrevem,

Essa prolixa nulidade, a que se chama história,

Que foste tu, ou foi alguém,

Só Deus o sabe, e mais ninguém.

 

És pois quem nós queremos, és tal qual

O teu retrato, como está aqui,

Neste bilhete postal.

E parece-me até que já te vi.

 

És este, e este és tu, e o povo é teu —

O povo que não sabe onde é o céu,

E nesta hora em que vai alta a lua

Num plácido e legítimo recorte,

Atira risos naturais à morte,

E cheio de um prazer que mal é seu,

Em canteiros que andam enche a rua.

Sê sempre assim, nosso pagão encanto,

Sê sempre assim!

Deixa lá Roma entregue à intriga e ao latim,

Esquece a doutrina e os sermões.

De mal, nem tu nem nós merecíamos tanto.

Foste Fernando de Bulhões,

Foste Frei António —

Isso sim.

Porque demónio

É que foram pregar contigo em santo?

 

Fenando Pessoa

 


publicado por Laura Afonso às 14:29
link do post | comentar | favorito
|

Cracóvia

 

Cracóvia.jpg

© Nadir Afonso.

 


publicado por Laura Afonso às 09:49
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 9 de Junho de 2015

Coimposição Irisada

2085.jpg

 

 


publicado por Laura Afonso às 10:09
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Junho de 2015

Nadir Afonso: A obra de um Museu com a assinatura de Álvaro Siza.

IMG_3392.JPG

IMG_3395.JPG

IMG_3399.JPG

 SOL _ TABU


publicado por Laura Afonso às 17:59
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Junho de 2015

Chaves

Chaves.jpeg

 


publicado por Laura Afonso às 14:25
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Junho de 2015

Embriaguez

embriaguez.jpeg

© Nadir Afonso.

 

 


publicado por Laura Afonso às 22:14
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Maio de 2015

Panificadora em Chaves, projeto de Nadir Afonso

 

IMG_2123.JPG

IMG_2158.JPG

 

IMG_2128.JPG

IMG_2126.JPG

 


publicado por Laura Afonso às 12:13
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Maio de 2015

Álvaro Siza: Nadir paralelo ao Tâmega

Entrevista de Manuel Graça Dias

DSC01095.JPG

 

 

 

 

 

 


publicado por Laura Afonso às 17:03
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 12 de Maio de 2015

Desenho de arquitectura, anos 50.

IMG_2660.JPG

© Nadir Afonso. 


publicado por Laura Afonso às 19:54
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 9 de Maio de 2015

Salamanca

 

 

 

17 Salamanca.jpg

© Nadir Afonso.

 


publicado por Laura Afonso às 23:14
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 2 de Maio de 2015

Tragédia

© Nadir Afonso.Tragédia.jpg

 


publicado por Laura Afonso às 23:06
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 30 de Abril de 2015

Demogorgon

Demogorgon.jpg

 © Nadir Afonso.


publicado por Laura Afonso às 01:31
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Abril de 2015

Nadir Afonso

0210.JPG

 


publicado por Laura Afonso às 23:09
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Abril de 2015

Asa

Asa.jpeg

 © Nadir Afonso.


publicado por Laura Afonso às 11:57
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Abril de 2015

Cracóvia

Cracóvia.jpg

 © Nadir Afonso.


publicado por Laura Afonso às 08:14
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Abril de 2015

Cascais

Cascais.jpeg

 


publicado por Laura Afonso às 09:13
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 19 de Abril de 2015

Nadir Afonso: Anos 70

11150542_699457216831537_7778574679950337911_n[1].

 Na Casa da Cultura da Ericeira


publicado por Laura Afonso às 08:20
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Abril de 2015

Nadir Afonso, Anos 70

Convite-Exposição-Nadir-Afo.jpg

 


publicado por Laura Afonso às 10:29
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 14 de Abril de 2015

Chicago

Chicago.jpeg

© Nadir Afonso. 


publicado por Laura Afonso às 23:46
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 12 de Abril de 2015

Nadir Afonso

1622798_481662075277720_1485619156_n.jpg

 

 


publicado por Laura Afonso às 08:52
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 9 de Abril de 2015

Museu Nadir Afonso em Chaves

IMG_2053.JPGIMG_2058.JPG

IMG_2067.JPG

IMG_2076.JPG

IMG_2084.JPG

 


publicado por Laura Afonso às 23:08
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Abril de 2015

Aurora Boreal

Aurora boreal.jpeg

© Nadir Afonso. 


publicado por Laura Afonso às 09:17
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 4 de Abril de 2015

Gaivota

gaivota.jpeg

© Nadir Afonso.


publicado por Laura Afonso às 19:17
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Março de 2015

Sol Nascente

sol.jpeg

© Nadir Afonso

 


publicado por Laura Afonso às 16:53
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 29 de Março de 2015

Bangkok

Bangkok.jpeg

© Nadir Afonso.

 

tags:

publicado por Laura Afonso às 08:10
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Março de 2015

Tempo

312.jpg

© Nadir Afonso.

 

tags:

publicado por Laura Afonso às 00:02
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 24 de Março de 2015

Herberto Helder (1930 -2015)

sem nome.png

O Amor em Visita

«Dai-me uma jovem mulher com sua harpa de sombra ...
e seu arbusto de sangue. Com ela
encantarei a noite.
Dai-me uma folha viva de erva, uma mulher.
Seus ombros beijarei, a pedra pequena
do sorriso de um momento.
Mulher quase incriada, mas com a gravidade
de dois seios, com o peso lúbrico e triste
da boca. Seus ombros beijarei».
Herberto Hélder


publicado por Laura Afonso às 15:29
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 22 de Março de 2015

Museu Nadir Afonso, Chaves.

Projeto de Álavro Siza

 

10923229_685574471553145_7247566584623004579_n[1].

11070845_685119604931965_8422426891398487002_n[1].

 


publicado por Laura Afonso às 07:14
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Março de 2015

Centro Nadir Afonso em Boticas finalista na categoria de espaço cultural e museu nos prémios Architizer

O projecto do Centro Nadir Afonso no Município de Boticas é novamente finalista na categoria de espaço cultural e museu agora nos prémios Architizer seleccionados entre milhares de candidaturas de todo o mundo. Para votarem neste projecto podem aceder ao link http://awards.architizer.com/public/voting/?cid=25 Obrigado a todos!

 

Architizer A+ Awards Public Voting

The Architizer A+ Popular Choice Awards, allows you to vote for your favorite architecture in over 90 categories. Vote Now for your favorites!

The public voting period is open from TODAY until April 3, 2015.


publicado por Laura Afonso às 10:37
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 14 de Março de 2015

Nostalgia do amor

10150566_10206207046914260_5496211022024471556_n[1

© Nadir Afonso.

 


publicado por Laura Afonso às 01:52
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Março de 2015

Terra Fria

Terra Fria.jpeg

© Nadir Afonso.

 


publicado por Laura Afonso às 09:15
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 4 de Março de 2015

Centro de Artes Nadir Afonso em Boticas: painel de azulejo

_DMP6654.JPG

 


publicado por Laura Afonso às 20:05
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 28 de Fevereiro de 2015

Palaces

Palaces_ Óleo s Tela_ 86cm x 131cm_ 1969.jpg

 © Nadir Afonso.


publicado por Laura Afonso às 19:01
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2015

«Do Siza para Nadir»

http://www.archdaily.com.br/br/762742/fundacao-nadir-afonso-nil-chaves-de-aproximacao-alvaro-domingues

Do Siza para Nadir: a arquitectura é uma arte / Álvaro Domingues

Quando nos lameiros do Tâmega o gado ruminava nos prados, não se imaginaria que aí se pudesse erguer esta poesia branca, uma rigorosa geometria em betão pousada sobre uma sequência de finas paredes-lâmina que a levantam do chão e a defendem das águas se a enchente do rio galgar as margens. À volta, os muros toscos e as ruínas de casas de gados e gente ecoam o mundo que houve e que aí fica como memória de tempos e de outros trabalhos e dias; as nogueiras, as macieiras ou as figueiras completam essa atmosfera-paisagem a que um certo artista dizia estar preso por hereditariedade transmontana.

 

O Nadir Afonso na sua tese de final de curso dizia que a arquitectura não é uma arte. Pode ser que a maior parte não seja! Se Siza Vieira apenas soubesse ou quisesse proteger a pintura de Nadir, bastava que cuidasse que não lhe chovesse em cima e que o sol não lhe desbotasse as tintas. Mas não…, pois não só espalhou formas elementares de círculos, triângulos e quadrados no labirinto das lâminas – um jogo de leis nos espaços que estão na natureza e no espíritos dos homens, dizia assim Nadir da emoção artística -,  como lhe dedicou uma obra de arte que é um espectáculo de plenitude, de exactidão, de absoluto. Não tarda nada e a harmonia matemática do Nadir virá aqui habitar com todas as suas cores e espaços ilimitados…

 

 
 
Cita:Joanna Helm. "Do Siza para Nadir: a arquitectura é uma arte / Álvaro Domingues" 24 Feb 2015. ArchDaily Brasil. Acessado 25 Fev 2015. <http://www.archdaily.com.br/br/762742/fundacao-nadir-afonso-nil-chaves-de-aproximacao-alvaro-domingues>

publicado por Laura Afonso às 17:27
link do post | comentar | favorito
|

Córdova

0149 - Cópia.JPG© Nadir Afonso.


publicado por Laura Afonso às 16:43
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 22 de Fevereiro de 2015

Museu Nadir Afonso, Chaves.

Projeto de Álvaro Siza

18415_671497556294170_8302810509874526282_n.jpg

10415628_10200269909947975_2447055296841579787_n.j

10520090_10200269909227957_3821451193536381781_n.j

 

 


publicado por Laura Afonso às 22:34
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
19
20

21
22
23
25
26
27

29


.posts recentes

. Conchas

. Tâmega

. Pequim

. Chaves

. Lisboa de Nadir e Santo A...

. Cracóvia

. Coimposição Irisada

. Nadir Afonso: A obra de u...

. Chaves

. Embriaguez

. Panificadora em Chaves, p...

. Álvaro Siza: Nadir parale...

. Desenho de arquitectura, ...

. Salamanca

. Tragédia

. Demogorgon

. Nadir Afonso

. Asa

. Cracóvia

. Cascais

. Nadir Afonso: Anos 70

. Nadir Afonso, Anos 70

. Chicago

. Nadir Afonso

. Museu Nadir Afonso em Cha...

. Aurora Boreal

. Gaivota

. Sol Nascente

. Bangkok

. Tempo

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds